O prazer de presentear

Cem Porcento Gospel - dia-dos-namorados

O prazeroso hábito de presentear alguém nada mais é do que, a forma de demonstrar o amor, admiração e afeição para com a outra pessoa.

Contudo, podemos interprestar ainda mais o conceito de presentear, até porque, esse ato de carinho, simboliza uma doação e manifestação do nosso afeto. É muito agradável quando presenteamos alguém de quem temos um grande respeito e consideração. Ainda mais, quando nosso gesto vem do coração, possibilitando expor por meio dessa lembrança, nossos sentimentos pela pessoa querida.

Se pararmos para analisar, o gesto de presentear é bem marcante, tanto para quem presenteia, quanto para quem é presenteado, até porque, este momento é carregado de forte valor emocional, por vezes até mais intenso que as palavras. Nada é mais satisfatório de ver a reação de alegria nos olhos de quem foi presenteado, e isso faz com que nos fiquemos bem com tal gesto, pois estamos demonstrando o que vem de dentro, compartilhando emoções, além de exteriorizar nossa afinidade, estima e respeito a quem recebe.

A prática de presentear fortalece os laços entre as pessoas e propicia criar momentos especiais, de carinho, admiração e simpatia pelo outro. Quando presenteamos algo para alguém, acabamos proporcionando um momento para memorizamos sempre, isso tudo, através de uma simples lembrança bonita e prazerosa.

Ao presentear alguém, remete com que a outra pessoa identifique que nos lembramos e que cuidamos dela, causando uma sensação de que ela é especial e importante. Presentear é relembrar a emoção de sentirmo-nos mais unidos, partilhando amizade, cumplicidade e ternura. A alegria do outro se torna a nossa própria alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *